Embedded Finance: Entenda como impacta as empresas

O Embedded Finance representa um dos principais exemplos de Transformação Digital no Sistema Financeiro Nacional (SFN).

A partir desta tendência, cada vez mais empresas estão se tornando capazes de oferecer soluções personalizadas aos seus clientes.

Além de contribuir para o desenvolvimento de negócios, o Embedded Finance gera impactos em todo o setor financeiro.

Neste artigo, vamos te explicar o que é este conceito e quais as principais vantagens e desafios de aderi-lo à sua empresa. Acompanhe!

O que é Embedded Finance?

O Embedded Finance, traduzido como Finanças Embutidas, é um conceito que representa a inclusão de soluções financeiras ao portfólio de serviços de empresas.

Essa novidade faz parte dos diversos avanços tecnológicos promovidos no mercado brasileiro, que estabeleceram o conceito de Transformação Digital.

Para se adaptar às mudanças, empresas de diversos setores estão buscando melhorar a eficiência de processos buscando oferecer uma melhor experiência para seus clientes.

Os serviços financeiros integrados, portanto, surgem como uma nova possibilidade de crescimento e valorização no mercado.

A partir do Embedded Finance, negócios de diferentes segmentos podem oferecer aos seus clientes produtos relacionados ao setor financeiro, como:

  • Cartões de crédito ou débito;
  • Pagamento com PIX;
  • Contas e carteiras digitais;
  • Transferência de valores;
  • Empréstimos e financiamentos;
  • Pagamentos de contas;
  • Depósitos.

Para isso, no entanto, não existe a necessidade de classificar uma companhia como instituição financeira ou bancária, por exemplo.

Afinal de contas, o serviço é realizado graças ao sistema Open Banking, que facilita a troca de dados entre instituições financeiras.

Através de uma API de Open Banking, é possível consultar extratos e histórico de pagamentos, o que ajuda na customização de serviços.

Qual é o objetivo do Embedded Finance? 

O objetivo do Embedded Finance é simplificar processos e permitir que consumidores acessem produtos e serviços financeiros com mais facilidade.

Para isso, empresas que não necessariamente atuam no mercado financeiro são preparadas para distribuírem soluções relacionadas a este setor.

A “capacitação”, nesse caso, é realizada através do uso de APIs.

Antes do Embedded Finance, os indivíduos com necessidade de empréstimo, por exemplo, precisavam ir fisicamente a uma agência bancária em busca do crédito.

Este processo, além de burocrático, fazia com que pessoas perdessem dias completos em filas mesmo sem a garantia de uma resposta positiva.

Hoje em dia, as finanças integradas permitem que até mesmo uma loja de departamento ou varejista ofereça soluções de concessão de crédito aos seus clientes.

Dessa forma, proporcionando uma melhor experiência aos indivíduos e, consequentemente, um aumento na sua retenção dentro de empresas.

A importância do Embedded Finance

embedded finance importancia

Nos últimos anos, o mercado brasileiro tem passado por diversas mudanças, provocadas por um constante avanço tecnológico.

As “finanças embargadas”, por sua vez, são um elemento importante dentre essas novidades.

Além de contribuírem para a democratização do setor financeiro, elas oferecem mais oportunidades de crescimento para as empresas.

Afinal de contas, com uma proposta comercial robusta, é possível melhorar a experiência dos seus clientes e provocar uma maior identificação com a marca. 

Entre as organizações mais beneficiadas pela integração de serviços financeiros, estão as relacionadas ao e-commerce e marketplace.

Diversas empresas do setor lançaram suas próprias frentes financeiras e tiveram grandes benefícios com esta decisão.

Segundo dados da Neotrust. só no primeiro semestre de 2021, o faturamento dos e-commerces aumentou 72,2% em comparação com o ano anterior.

Quais são os impactos do Embedded Finance para o mercado financeiro

Sem dúvidas, o maior impacto do Embedded Finance está no mercado financeiro.

Durante muito tempo, a América Latina contava com poucas instituições financeiras e sofria pela baixa competitividade entre elas.

Esse monopólio bancário permitia a oferta de um serviço burocrático e produtos financeiros com margens de lucro altíssimas.

No entanto, o surgimento das fintechs, há alguns anos, serviu como primeiro passo para a criação de diversas oportunidades no setor financeiro brasileiro.

Agora, com a entrada massificada de novos concorrentes e empresas já estabelecidas começando a oferecer serviços financeiros, a realidade já se transformou.

Fazer um cartão de crédito, tirar um empréstimo ou realizar transferências não é mais algo restrito a quem tem uma conta bancária.

Portanto, até mesmo os indivíduos que não eram de interesse comercial dos bancos foram incluídos por essa transformação. 

Para correr atrás do prejuízo, as instituições tradicionais estão criando soluções mais alinhadas a este novo mercado financeiro: mais plural, democrático e simplificado.

O Embedded Finance é interessante para empresas de qual segmento?

O Embedded Finance é uma solução que pode ser implementada por, literalmente, qualquer empresa.

Não importa qual seja o seu setor de mercado ou base de clientes: 

É possível ir além do seu core business e aproveitar as vantagens de ter uma frente financeira embarcada no próprio negócio.

Para isso, no entanto, além do uso de APIs ou BaaS, existe outro fator relevante a ser considerado.

A análise de dados (Big Data) pode ser uma boa estratégia quando se há o interesse em adicionar o Embedded Finance no planejamento da empresa.

Ela oferece mais assertividade na tarefa de identificar as necessidades dos clientes e criar condições úteis para solucioná-las.

É possível, assim, promover uma comunicação mais eficaz com o seu público-alvo e oferecer melhores serviços financeiros.

Como funciona o Embedded Finance?

embedded finance

Na prática, os serviços financeiros embargados são integrados a empresas por meio de tecnologia em Open Banking.

Para te ajudar a entender melhor como esse processo funciona, vamos a um exemplo:

Imagine que você possui uma loja que comercializa materiais de construção em um bairro específico.

No entanto, a partir do feedback dos clientes, você descobre que muitos compram os produtos aos poucos por conta de limitações financeiras.

E como consequência disso, eles acabam atrasando o prazo de finalização das suas obras, gerando mais custos com mão de obra.

Nesse caso, a opção de um empréstimo financeiro poderia ser uma ótima alternativa.

Afinal, o cliente poderia comprar tudo o que precisa de uma vez, agilizando a execução do serviço e diluindo seu impacto financeiro por vários meses.

Para colocar a ideia em prática, você precisaria contratar os serviços de uma empresa especializada em Open Banking, como a Aarin.

Caberia a ela fornecer toda a tecnologia necessária para criar uma ou mais soluções personalizadas para seus clientes. Tudo através do uso de APIs específicas.

Após isso,sua empresa se torna capaz de solucionar por completo os problemas dos clientes, permitindo a criação de laços com a marca.

Deu para entender como é relativamente simples a integração de serviços financeiros em uma empresa de qualquer segmento?

É assim que o Embedded Finance funciona na prática!

Mas o que é uma API?

A API é a solução usada para definir instruções e padrões de programação para promover uma interface de acesso a um app online.

Do inglês Application Programming Interface, ou Interface de Programação de Aplicações, ela permite que empresas automatizem processos e ofereçam diversas opções de pagamento para clientes. 

O objetivo principal é conseguir fazer com que um sistema aproveite funcionalidades de outro sistema.

Portanto, quando direcionadas ao sistema financeiro, as APIs permitem que empresas selecionem soluções de diferentes bancos.

Por exemplo: API de crédito do Banco X + API de empréstimo do Banco Y.

O fator decisivo entre as instituições tende a ser as condições e taxas oferecidas aos usuários.

No mercado, existem também opções de API de pagamento, como a do PIX para empresas.

Quais são os benefícios das empresas investirem em Embedded Finance?

Capaz de transformar as relações entre empresas e seus consumidores, o Embedded Finance oferece diversas vantagens.

Ao contar com uma cartela de soluções financeiras, as empresas aumentam sua força de atuação e adotam um posicionamento estratégico.

Afinal, o mercado nacional caminha para o estabelecimento de produtos e serviços cada vez mais integrados à rotina da população.

Confira abaixo outros benefícios do Embedded Finance:

Expansão do campo de atuação

Ao agregar soluções financeiras, você ganha uma ótima oportunidade de expandir o próprio negócio no mercado.

Isso porque, naturalmente, seus clientes poderão ser atendidos além dos serviços já oferecidos anteriormente.

Essa característica se torna um grande atrativo, pois faz com que seu público encontre na marca soluções para diferentes áreas da própria vida.

Além disso, mesmo que um consumidor nunca tenha pensado em comprar seu produto, ele pode ver na empresa um local confiável para acessar serviços financeiros.

Outro fator positivo de oferecer finanças embarcadas é poder captar e atender clientes desbancarizados.

Em 2021, eram mais de 34 milhões de pessoas sem acesso a uma conta bancária no Brasil.

Portanto, expandir o leque soluções apenas oferece vantagens

Resolver mais dores de clientes

Diretamente ligado ao ponto anterior, esta vantagem também contribui para o desenvolvimento de um relacionamento sólido com o cliente.

Atualmente, o cliente precisa estar conectado com a marca para muito além da qualidade dos produtos ou serviços.

Empresas brasileiras que implementam a Transformação Digital com sucesso são capazes de conquistar a confiança dos seus consumidores. 

Um dos exemplos com maior destaque é a Magazine Luiza.

Sendo assim, solucionar diversos problemas que afetam seu público mostra que a empresa o conhece e está disposta a ajudá-lo verdadeiramente.

Os efeitos subjetivos desse tipo de ação geram benefícios ainda maiores no longo prazo. Basta ver o que aconteceu com a Magalu.

Diferencial de mercado

Sem dúvidas, contar com um portfólio mais robusto de serviços contribui diretamente para a percepção de valor do negócio no mercado.

Essa estratégia indica que a organização tem um posicionamento estratégico, indo além do básico na relação com seus consumidores.

Assim, aumentando as chances de que sua marca saia na frente em relação a outras com portfólio engessado.

Aumento na fidelização

Naturalmente, uma empresa que se mostra atenta aos anseios do seu público sempre sairá na frente de concorrentes mais formais.

Isso porque uma oferta de serviços capaz de atender todas as necessidades do consumidor tende a ganhar sua preferência dos consumidores.

Essa é quase uma regra imutável na maioria dos casos.

Nova fonte de receita

Consequentemente, ao embarcar novos serviços no portfólio, as empresas ganham novas fontes de receita.

Entretanto, o diferencial promovido pelo Embedded Finance é conseguir fazer isso sem perder o foco no core business.

As vantagens aqui, você já deve imaginar: com clientes satisfeitos e cada vez mais atendidos, o ganho financeiro só pode se multiplicar.

Quais são os desafios de aderir ao Embedded Finance?

embedded finance desafios

O principal desafio de uma empresa que busca aderir ao Embedded Finance é o autoconhecimento.

Afinal, antes de escolher serviços financeiros para oferecer, é preciso analisar fatores como:

  • Limitações do negócio;
  • Existência de demanda;
  • Perfil e anseios do público-alvo.

Quando a possibilidade de ofertar esse tipo de serviços é confirmada, chega o momento de buscar por uma empresa especializada.

Esse parceiro de tecnologia deve ser capaz de fornecer tudo o que a empresa precisa para evoluir e aderir ao Embedded Finance.

É válido ressaltar que, além disso, a adoção de tecnologias dentro dos processos do negócio também oferece diversos benefícios.

Sendo um potencializador da transformação digital, a adoção de uma cultura digital permite que as atividades do negócio sejam mais eficientes.

Dessa forma, contribuindo para uma maior lucratividade dentro da empresa.

O  que é necessário e como as empresas podem aderir ao Embedded Finance?

Para que o Embedded Finance seja possível, a parceria com uma empresa especializada em Open Banking é necessária.

Afinal, é ela que torna possível a conexão entre a empresa e as soluções de instituições financeiras por meio de APIs.

Com esse auxílio, você conta com a infraestrutura necessária para oferecer os serviços que você desejar.

Tudo isso com total controle sobre as taxas e tarifas a serem cobradas dos seus clientes.

Se você deseja aumentar a renda da sua empresa embarcando soluções financeiras personalizadas, não deixe de buscar por este serviço.

Como a Aarin pode te ajudar? 

A Aarin é o primeiro hub tech-fin especializado em PIX e Open Banking no Brasil.

Através da nossa tecnologia baseada no Open Banking, preparamos sua empresa para prestar serviços financeiros mesmo sem ser um banco.

Buscando ajuda para aderir ao Embeded Finance? Conheça o site da Aarin!

Conclusão

Segundo especialistas, a tendência é que o Embedded Finance se torne algo cada vez mais buscado dentro do mercado brasileiro.

Portanto, se você busca promover uma experiência mais satisfatória e aumentar a retenção de clientes, não perca tempo.

Comece a oferecer produtos e serviços financeiros de modo integrado ao seu negócio com o Embedded Finance!

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Leia também

Deixe uma resposta

Fale com a Aarin!

Preencha o formulário abaixo que entraremos em contato:

Mensagem enviada com sucesso!

Entraremos em contato em breve! 

A aarin utiliza cookies para tornar sua experiência aqui, mais prática e dinâmica. Ao navegar no site, você concorda com política de privacidade e cookies.

%d blogueiros gostam disto: