Instituição de Pagamento (IP): O que é, tipos e como funciona

Há alguns anos, o surgimento da instituição de pagamento contribuiu para o início de uma forte revolução no mercado financeiro brasileiro.

Hoje com regulamentação pelo Banco Central, as IPs representaram uma alternativa aos bancos e credenciadoras tradicionais.

Como principais benefícios, esses negócios oferecem praticidade e baixo custo para quem busca por serviços financeiros.

Apesar de fazer parte do mesmo ecossistema, a instituição de pagamento não pode ser considerada uma instituição financeira.

Para te ajudar a entender mais sobre suas particularidades, preparamos este artigo com tudo o que você precisa saber acerca das instituições de pagamento. Boa leitura!

O que é uma instituição de pagamento (IP)?

A instituição de pagamento, também chamada pela sigla IP, é uma empresa com atividades relacionadas ao fornecimento de recursos voltados para pagamentos.

Entre seus serviços financeiros mais populares entre os brasileiros, estão as transações entre pessoas físicas e jurídicas.

O objetivo principal das instituições de pagamento é permitir que o cidadão realize pagamentos sem o intermédio de bancos e outras instituições.

Desde 2013, as IPs têm descentralizado o serviço de instituições financeiras tradicionais, oferecendo diversas vantagens aos seus usuários.

Recentemente, este conceito ganhou regulamentação pelo Bacen, abrindo espaço para um crescimento ainda maior nos próximos anos.

A fiscalização dessas empresas é realizada também pelo Banco Central, a partir das diretrizes definidas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Como funciona uma instituição de pagamento? 

instituição de pagamento como funciona

As instituições de pagamento se utilizam da tecnologia para criar e oferecer soluções financeiras inovadoras e eficientes aos brasileiros.

Desde o início, este tipo de empreendimento promoveu uma relação mais transparente e flexível, sendo um diferencial no mercado de pagamentos do País.

Por funcionarem sobre normas rígidas, as IPs oferecem um alto nível de segurança, sendo equivalente ao dos bancos tradicionais.

Com foco na simplificação e acessibilidade, elas executam exclusivamente serviços de pagamento.

Entre os principais serviços oferecidos por uma instituição de pagamento, estão:

  • Depósito e saque em conta de pagamento;
  • Gestão de contas de pagamento;
  • Emissão de instrumento de pagamento;
  • Credenciamento de instrumentos de pagamento;
  • Execução de remessa de fundos; 
  • Conversão de moeda física em eletrônica, e vice-versa.

Não podendo ser classificada como instituição financeira, uma IP não pode usar o dinheiro presente nas contas dos seus clientes para conceder empréstimos.

Portanto, todo o capital presente nas contas de pagamento dos usuários não se mistura com o usado em negociações.

Segundo o Banco Central, instituições de pagamento que não possuam R$500 milhões em transações ou R$50 milhões em recursos mantidos não precisam de autorização para funcionar.

Apesar disso, as outras exigências estabelecidas pelas normas do Conselho Monetário Nacional ainda são recomendadas pelo BC.

Instituições de pagamento no Brasil

No Brasil, existem diversos tipos de IPs, cada uma oferecendo serviços de pagamento com finalidades distintas à população.

As principais instituições de pagamento no Brasil são:

  • Emissores de cartão de crédito e débito;
  • Credenciadores de maquininhas;
  • Emissores de cartão de vale-refeição;
  • Emissores de cartões pré-pagos.

Atualmente, segundo a lista oficial de IPs do Banco Central, são 29 instituições do tipo operando no Brasil.

Entre as de maior destaque no mercado, estão: Nubank, PagSeguro, PayPal e Stone.

Uma característica interessante de uma instituição de pagamento é que ela pode ser direcionada para nichos específicos.

Portanto, existem empresas voltadas para a pessoa física, pessoa jurídica, emissão de cartões de crédito, emissão de cartões corporativos etc.

Desse modo, contribuindo para uma variedade de modalidades de serviços existentes no País.

Contribuições das instituições de pagamento para o mercado financeiro

Até pouco tempo atrás, os bancos tradicionais dominavam o mercado financeiro brasileiro com serviços limitados, cobrança de taxas mensais e atendimento burocrático.

Com o surgimento de empresas de pagamento com foco na inovação, acessibilidade e praticidade, não foi preciso muito tempo para que eles dividissem a posição de destaque mantida por séculos.

Embora semelhantes aos bancos tradicionais, as IPs se destacam por oferecerem serviços de compra, venda e movimentação de recursos e pagamentos a preços muito inferiores.

No Brasil, essas fintechs têm ganhado cada vez mais popularidade, fazendo com que as instituições financeiras corram para se adaptar às novas exigências do mercado financeiro.

Atualmente, com o conceito de Invisible Banking e presença de tecnologias como o Open Banking e o Pagamento Instantâneo, os serviços financeiros têm saído das agências bancárias e se integrado ao cotidiano da população.

Dessa forma, permitindo a realização de transações direto do smartphone, ou até mesmo através de relógios digitais.

Quais são os tipos de instituições de pagamento? 

instituição de pagamento tipos

O Sistema de Pagamentos Brasileiro (SBP) possui três tipos de instituições de pagamento regularizadas.

No entanto, uma mesma empresa pode ser classificada em duas ou até três dessas modalidades.

Conheça os tipos de instituição de pagamento abaixo:

Emissor de moeda eletrônica

A IP emissora de moeda eletrônica atua gerenciando contas de pagamento do tipo pré-pago, em que os recursos são depositados previamente.

Nesse caso, estão incluídos emissores de cartões de vale-refeição e cartões pré-pagos em moeda nacional.

Emissor de instrumento de pagamento pós-pago

A IP emissora de instrumento de pagamento pós-pago atua gerenciando contas de pagamento na qual os recursos são depositados para pagamento de débitos já assumidos.

Portanto, incluindo as emissoras de cartão de crédito, como o Nubank.

Credenciador

A IP do tipo credenciador habilita estabelecimentos comerciais para permitir a aceitação de instrumento de pagamento, como:

  • Cartão de crédito ou débito;
  • Boletos;
  • PIX;
  • Carteiras digitais.

Esse tipo de instituição de pagamento não opera gerenciando contas de pagamento.

Qual é a diferença entre instituição de pagamento e banco?

Apesar das semelhanças, a instituição de pagamento e o banco possui um ponto que os particulariza.

Diferente das organizações bancárias, as IPs não possuem permissão legal para oferecer empréstimos ou financiamentos a seus clientes.

Contudo, através de uma instituição de pagamento, é possível realizar saques, depósitos e transferências para contas correntes ou de pagamento.

Assim, conseguindo suprir de modo eficiente as demandas por serviços bancários da população.

Por que oferecer serviços financeiros para os seus clientes? 

As tecnologias atuais possibilitam que empresas de praticamente qualquer segmento possam oferecer serviços financeiros aos seus clientes.

Através do uso de APIs de pagamento (Application Programming Interface), é possível automatizar processos e oferecer mais flexibilidade aos seus clientes.

Tudo isso de forma personalizada, de acordo com as necessidades específicas dos clientes.

Para exemplificar, imagine que você possui uma loja de artigos domésticos ao lado de outro estabelecimento do mesmo segmento.

No entanto, a única diferença entre os dois negócios é que o do concorrente oferece soluções de cartão de crédito e financiamento para lista de casamento com descontos exclusivos.

Qual das opções você acha que seria mais popular entre o mesmo público-alvo?

Com serviços financeiros se tornando cada vez mais invisíveis, a modernização também se torna um fator competitivo.

As APIs atuam nesse contexto permitindo a integração com sistemas de gestão e otimização de diversos processos.

Como a Aarin pode te ajudar?

A Aarin é a primeira plataforma de pagamentos especializada em PIX e tecnologia Open Banking no Brasil. 

Se você tem interesse em oferecer serviços financeiros para seus clientes de forma personalizada, nós podemos te ajudar.

Nossa tecnologia baseada em Open Banking permite a integração da sua empresa com diversos tipos de APIs, personalizados de acordo com seus objetivos.

Conheça nossas melhores soluções financeiras para o seu negócio acessando o site da Aarin!

Conclusão

Sem dúvidas, o surgimento das instituições de pagamento representou um marco para a história do mercado financeiro brasileiro.

Através da tecnologia e inovação, elas seguem contribuindo para que o sistema financeiro se torne cada vez mais acessível e prático para a população.

No entanto, vale lembrar que sua empresa não precisa se tornar uma instituição de pagamento para oferecer serviços financeiros. Boa sorte e conte conosco!

Compartilhe este post

Leia também

Deixe uma resposta

Fale com a Aarin!

Preencha o formulário abaixo que entraremos em contato:

Mensagem enviada com sucesso!

Entraremos em contato em breve! 

A aarin utiliza cookies para tornar sua experiência aqui, mais prática e dinâmica. Ao navegar no site, você concorda com política de privacidade e cookies.

%d blogueiros gostam disto: