PIX para Empresas: Conheça as vantagens e por que utilizar

Afinal de contas, o PIX para empresas vale a pena? 

Bastante popular entre pessoas físicas, esse sistema de pagamentos instantâneos ainda é motivo de dúvidas entre os empresários.

Oferecendo praticidade e agilidade, o PIX chegou para facilitar a vida de quem dependia do TED ou DOC para fazer transferências e pagamentos.

No entanto, quando as transações são feitas por empresas, a principal diferença é a cobrança de taxas por alguns bancos.

Para esclarecer suas dúvidas, preparamos este artigo com todas as informações sobre o uso do PIX nas empresas. Aproveite!

O que é o PIX?

O PIX é um sistema de transferências e pagamentos instantâneos lançado pelo Banco Central em 2020.

Com ele, é possível fazer transações 24 horas por dia, todos os dias da semana, incluindo feriados e fins de semana.

As transferências são realizadas em menos de 10 segundos, fazendo com que o dinheiro caia na conta do recebedor de modo quase imediato.

Desde seu anúncio, o PIX é considerado uma das grandes inovações tecnológicas do sistema financeiro brasileiro.

Para pessoas físicas, as transferências e pagamentos com o PIX não têm custo. No entanto, o mesmo não acontece com pessoas jurídicas/empresas na maioria dos casos.

Vale ressaltar que o PIX não é exclusivo de nenhuma instituição financeira, o que faz com que ele seja fornecido por qualquer uma delas.

Como funciona o PIX para empresas?

Com os mesmos benefícios oferecidos às pessoas físicas, o PIX para empresas permite o recebimento, envio e transferência de dinheiro em questão de segundos.

Para isso, basta utilizar uma chave (CPF, E-mail, Número de telefone ou código aleatório) ou escanear um QR Code gerado no momento da transação. 

Os pagamentos são realizados online, através de aplicativos ou sistemas que fornecem a funcionalidade do PIX de modo integrado ao negócio.

Sem dúvidas, o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central trouxe mais agilidade e eficiência às operações financeiras das empresas.

Eliminando, assim, a necessidade de esperar até o próximo dia útil para receber o dinheiro de uma venda.

Contudo, apesar da gratuidade para pessoas físicas, pessoas jurídicas podem ser taxadas pelo uso do PIX.

De acordo com o Banco Central, essa decisão fica a cargo das instituições financeiras, que também podem definir o quanto irão cobrar pela transação com o PIX.

Outra particularidade do PIX PJ é a possibilidade de cadastro de até 20 chaves por conta para receber e enviar pagamentos.

A importância do PIX para as empresas?

Segundo o Bacen, o uso do PIX no Brasil já é maior que o do TED, DOC e boleto bancário.

Entre novembro de 2020 e março de 2021, foram feitas 1 bilhão de transações através desse meio de pagamento instantâneo.

Com uma adesão tão rápida, é possível afirmar que as empresas que não aderirem ao PIX tendem a ficar para trás no mercado.

Além de ser mais uma opção para o recebimento de pagamentos, ele também contribui para a eliminação de intermediários em transações.

Dessa forma, diminuindo os custos para as empresas, que recebem o dinheiro na conta imediatamente, e seus clientes, que finalizam a compra em segundos.

Também é possível usar o PIX para pagar funcionários, fornecedores e tributos, além de fazer cobranças.

Como o PIX impacta os negócios?

O maior impacto do PIX para empresas é permitir que dores comuns a outros pagamentos, como o dinheiro, cartões de débito e crédito, boleto e transferências, sejam eliminadas.

Através dele, ao invés de lidar com o pagamento de taxas, ausência de troco e necessidade de aguardar para receber, é possível simplificar todo o processo de compra e venda.

Com a adesão cada vez maior a esse tipo de transação, aceitar o PIX em um negócio também contribui para o aumento no número de clientes.

Quanto à cobrança de taxas, a escolha por APIs de pagamento do PIX pode minimizar os custos para as empresas. 

Afinal, por ser um mercado com alto grau de competição, basta escolher a opção com menor percentual de cobrança. 

No caso dos pequenos negócios, algumas instituições financeiras conseguem zerar tarifas.

Por esse motivo, o próprio Banco Central do Brasil recomenda a busca por uma instituição com melhores condições.

É importante pontuar que os microempreendedores individuais (MEIs) e empresários individuais (EIs) são isentos das taxas via PIX em transações não comerciais.

Diferença entre o PIX e outros meios de pagamento

Se comparado ao TED e DOC, o PIX sai na frente por oferecer diversas vantagens.

Enquanto as opções tradicionais necessitam do preenchimento de diversos dados, como números de conta e agência, além de CPF ou CNPJ, o PIX exige apenas um código ou leitura de QR Code.

Ao fazer um DOC, a disponibilidade da transação se limita aos dias úteis, geralmente entre 6h e 17:30h, e o dinheiro leva até 1 dia útil para cair na conta do recebedor.

Com o TED, que também funciona apenas em dias úteis e em horário limitado, o dinheiro cai no mesmo dia, mas dentro de algumas horas.

Quando comparado ao boleto bancário, a vantagem do PIX está também no tempo de compensação do pagamento.

No caso do boleto, o dinheiro fica disponível somente no dia útil seguinte ao pagamento, que também se limita aos dias úteis.

Em relação aos cartões de crédito e débito, o PIX se destaca por não precisar de intermediários no pagamento, o que elimina diversas taxas.

Outro ponto negativo dos cartões para as empresas é o tempo de disponibilidade do pagamento, sendo de 2 dias para o de débito e até 28 dias para o de crédito.

Quais as vantagens do PIX para as empresas? 

pix empresas vantagens

Aceitar o PIX nas empresas é uma excelente oportunidade para se destacar da concorrência com um processo de pagamento rápido e prático.

Para os pequenos negócios, inclusive, as vantagens podem ser ainda maiores, contribuindo para a melhora no atendimento e fidelização dos clientes.

De modo geral, são vantagens do PIX para empresas:

Agilidade nos pagamentos

Sem dúvidas, a principal vantagem do PIX para os consumidores e empresários é a instantaneidade dos pagamentos e recebimentos.

Em qualquer dia ou horário, é possível que o valor seja creditado diretamente na conta da empresa sem a necessidade de intermediários.

Com esse benefício, você consegue oferecer uma experiência muito melhor para os clientes, reduzindo filas e aumentando a capacidade de atendimento do negócio.

As empresas também podem realizar pagamentos de impostos, fornecedores e funcionários com a mesma agilidade.

Tudo isso gastando menos de 10 segundos para cada operação.

Redução de custos

Uma das vantagens de usar o PIX nas empresas é a eliminação da cobrança de taxas a cada pagamento e recebimento.

Afinal, esse sistema de pagamentos não inclui a necessidade de instituições financeiras como intermediárias, além do Banco Central.

Enquanto opções como o TED custam R$0,07 a cada transação, o custo do PIX é de R$0,01 para cada dez transações. 

No caso dos pagamentos com cartão de crédito, os juros cobrados pelas maquininhas podem ser ainda maiores.

Segurança

O Banco Central garante que todos os dados das transações com PIX são protegidos por criptografia e autenticação mútua.

O armazenamento dessas informações é feito dentro de uma plataforma própria do BC, protegida pelo sigilo bancário e pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Assim, fazendo com que essa opção de pagamento ofereça um alto nível de segurança para consumidores e empresas.

Disponibilidade 24 horas

Um dos pontos de destaque do PIX desde o seu lançamento foi a disponibilidade para pagamentos 24 horas por dia.

Por conta dessa característica, ele tem a capacidade de ser implementado como forma de pagamento nas mais diversas empresas.

Afinal de contas, não possui limitação de horário e dias úteis, como no caso de outras alternativas.

Além disso, ao invés de esperar por dias o dinheiro passar por adquirentes, bandeiras e bancos emissores, você recebe o valor do cliente imediatamente na conta da empresa.

Com toda certeza, uma ótima opção para melhorar o processo de cobrança para os empreendedores.

O que as empresas precisam fazer para cadastrar o PIX?

Para pagar ou receber via PIX, as empresas podem fazer o uso da API PIX.

A API, sigla em inglês para Interface de Programação da Aplicação, concede o acesso de softwares a diversos recursos a partir da integração de plataformas.

Por isso, com o uso da API do PIX, é possível integrar o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central no processo de vendas de uma empresa.

Dessa forma, permitindo que ela receba pagamentos e faça cobranças de forma instantânea.

Como implementar o PIX em sua empresa?

pix para empresas como implementar

Para começar a aceitar o PIX, é importante contar com uma empresa especializada na integração de soluções financeiras.

Em geral, elas oferecem todo o suporte necessário para que você possa oferecer os serviços do PIX no seu negócio.

E assim, é claro, consiga agilizar seu processo de venda e cobrança aceitando o pagamento instantâneo.

Como a Aarin pode te ajudar?

A Aarin é a primeira plataforma de pagamentos especializada e exclusiva em PIX do Brasil.

Através do nosso conceito de Invisible Bank, fornecemos toda a tecnologia necessária para que sua empresa possa atender essa crescente demanda do mercado.

Conheça nossas soluções e aproveite as vantagens de começar a aceitar PIX no seu negócio. Acesse o site da Aarin!

Conclusão

O PIX é uma modalidade de pagamento que vem conquistando cada vez mais os consumidores e negócios.

Por oferecer mais agilidade nos processos de compra de modo seguro e simplificado, esse sistema tende a se popularizar ainda mais nos próximos anos.

Sabendo disso, não deixe de aproveitar os benefícios do PIX para empresas!

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Leia também

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com a Aarin!

Preencha o formulário abaixo que entraremos em contato:

Mensagem enviada com sucesso!

Entraremos em contato em breve!